CUIABÁ

SAÚDE

Covid-19: Brasil notifica 140 óbitos e 71,9 mil casos em 24 horas

Publicados

SAÚDE

As secretarias estaduais e municipais de Saúde registraram 71.906 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas em todo o país. De acordo com os órgãos, foram confirmadas também 140 mortes por complicações associadas à doença.

Os dados estão na atualização do Ministério da Saúde divulgada nesta quarta-feira (22). Segundo a pasta, os estados do Tocantins e da Paraíba não informaram os dados e Mato Grosso do Sul não enviou atualizações sobre óbitos.

Com as novas informações, o total de pessoas infectadas pelo novo coronavírus durante a pandemia já soma 31.890.733.

O número de casos em acompanhamento de covid-19 está em 688.335. O termo é dado para designar casos notificados nos últimos 14 dias que não tiveram alta e nem resultaram em óbito.

Com os números de hoje, o total de óbitos alcançou 669.530 desde o início da pandemia. Ainda há 3.313 mortes em investigação. As ocorrências envolvem casos em que o paciente morreu, mas a investigação se a causa foi covid-19 ainda demanda exames e procedimentos complementares.

Leia Também:  Baixas taxas de vacinação arriscam o retorno de doenças erradicadas

Até agora, 30.532.868 pessoas se recuperaram da covid-19. O número corresponde a 95,8% dos infectados desde o início da pandemia.

Boletim da covid-19 de 22 de junho de 2022 Boletim da covid-19 de 22 de junho de 2022

Estados

Segundo o balanço do Ministério da Saúde, no topo do ranking de estados com mais mortes por covid-19 registradas até o momento estão São Paulo (170.250), Rio de Janeiro (74.020), Minas Gerais (61.916), Paraná (43.574) e Rio Grande do Sul (39.858).

Já os estados com menos óbitos resultantes da pandemia são Acre (2.002), Amapá (2.140), Roraima (2.152), Tocantins (4.158) e Sergipe (6.354).

Vacinação

Até hoje foram aplicadas 446.278.419 doses de vacinas contra a covid-19, sendo 177,5 milhões como primeira dose, 160,2 milhões como segunda dose e 4,9 milhões como dose única. Outras 91,6 milhões de pessoas já receberam a dose de reforço e 7,8 milhões ganharam segunda dose extra, ou quarta dose da vacina.

Edição: Fernando Fraga

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

SAÚDE

Ministério da Saúde confirma 76 casos de varíola dos macacos no Brasil

Publicados

em

Por

Primeiro caso confirmado no Distrito Federal aumenta número de registros da doença para 78 infectados
Reprodução/Montagem iG 25.5.2022

Primeiro caso confirmado no Distrito Federal aumenta número de registros da doença para 78 infectados

O Ministério da Saúde confirmou neste domingo (3) o primeiro caso de varíola dos macacos do Distrito Federal. Com essa confirmação, o Brasil chega a 76 ocorrências da doença. No total, além do DF, há casos em seis estados do país.

São Paulo concentra o maior número de registros da doença, com 52 casos. Há registros ainda no Rio Grande do Norte, em Minas Gerais, no Rio Grande do Sul, no Ceará e no Rio de Janeiro. Para monitorar a disseminação da doença no país, o Ministério da Saúde criou uma Sala de Situação. A partir desse mecanismo, a pasta mantém contato direto com secretarias de saúde para identificar casos possíveis de varíola dos macacos.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o perfil geral do Portal iG

O primeiro caso da doença foi registrado no país no início de junho. Na ocasião, um paciente de 41 anos, residente do estado de São Paulo, manifestou sintomas da enfermidade após voltar da Espanha. No final do mesmo mês, autoridades sanitárias confirmaram que o país já tem transmissão local da doença, ou seja, pessoas que se infectaram dentro do solo brasileiro.

Os pacientes infectados com a doença apresentam quadro de febre, dor de cabeça, dores musculares e erupções na pele, como bolhas. Em geral essas lesões aparecem primeiro no rosto e depois se espalham para o resto do corpo, principalmente nas mãos e nos pés.

Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA