CUIABÁ

MATO GROSSO

“Aqui ficou claro que a união faz a força”, afirma prefeito de Sapezal sobre parceria com Governo de MT

Publicados

MATO GROSSO

O governador Mauro Mendes assinou, nesta sexta-feira (13.05), convênios com a Prefeitura de Sapezal no valor de R$ 124 milhões para obras de habitação e infraestrutura. Na área de habitação, o Governo do Estado vai investir R$ 8,7 milhões para a construção de 580 casas.

“Viemos a Sapezal para assinar convênio para 180 casas, mas quando cheguei aqui e vi tanta gente, com tanta expectativa e tanto sonhos, aumentamos esse número para 580 casas. Tenho certeza que isso vai ajudar a realizar o sonho de muitos moradores. Governo é isso, é cuidar de todos. Temos muitas obrigações e deveres, mas temos que olhar para o Estado como um todo, mas principalmente para aquelas regiões e pessoas que mais precisam. O poder público existe para isso e o dinheiro dos impostos que entra no Estado precisa ser bem administrado e ser devolvido para a população, criando oportunidades para que todos possam ter uma vida melhor. É isso que procuramos fazer ao longo desses três anos e cinco meses de gestão”, destacou o governador.

Ainda em Sapezal, o Governo assinou convênio para recuperação da MT-388, com extensão total de 45 km. O investimento será na ordem de R$ 8,1 milhões. Vai investir também R$ 83,1 milhões para restauração da MT-235 com extensão de 103 km. Também receberão asfalto novo as rodovias municipais SZL-09 e a SZL-13, com extensão total de 50 km, em um investimento de 24,1 milhões, por meio do Programa Agroestradas.

Leia Também:  IPVA com desconto de 5% pode ser pago até dia 11 de abril

O prefeito de Sapezal destacou a importância da parceria da Prefeitura com o Governo do Estado para a realização de tantas obras e ações no município. “Aqui está claro que a união faz a força. A assinatura desses convênios mostra como está sendo essa união entre o município e o Estado”.

O ex-governador Blairo Maggi ressaltou que ficou emocionado pela sensibilidade do governador Mauro Mendes em quadruplicar o número de casas a serem construídas no município. “Essas casas vão mudar a vida de muitas pessoas, pois ter um lugar para morar é a coisa mais importante para uma família e daqui a pouco 580 pessoas estarão dentro da sua residência. Faça chuva ou faça sol, tem emprego ou não, a casa é o seu lugar, o seu aconchego, é segurança da sua família”.

Mais convênios

O Governo de Mato Grosso firmou ainda convênio com a Prefeitura de Campos de Júlio para a construção de 200 casas, com investimento na ordem de R$ 3 milhões.

“É uma satisfação muito grande assinar esse convênio, que vai beneficiar tantas famílias carentes. Por muito tempo esperamos por isso e hoje aconteceu. Essa parceria com o Estado é muito importante para Campos de Júlio”, ressaltou o prefeito do município, Irineu Marcos Parmeggiani.

Leia Também:  Governo de MT investe mais R$ 67,1 milhões em obras e ações em Aripuanã

Também estiveram presentes no evento o senador Fábio Garcia, deputado federal Neri Geller, os deputados estaduais Sebastião Rezende, Carlos Avalone e Doutor João, os prefeitos de Tangará da Serra, Valter Masson, de Nortelândia, Jossimar Fernandes (popular Zema) e de São José do Rio Claro, Levi Ribeiro, o ex-senador Cidinho Santos, os Secretários de Estado Marcelo Oliveira (Infraestrutura), Laice Souza (Comunicação), presidente da MTPAR, Wener Santos e o comandante-geral da PM, Alexandre Mendes.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Quatro motoristas são presos em flagrante por embriaguez em avenida de Cuiabá

Publicados

em

Por

Quatro motoristas foram presos em flagrante por embriaguez, durante a 50ª edição da Operação Lei Seca, realizada na noite deste sábado (21.05), na Avenida Sebastião de Oliveira, Bairro Grande Terceiro, em Cuiabá.

Ao todo, sete apresentavam sinais de embriaguez, porém três se recusaram a fazer o teste de alcoolemia. Assim como os quatro primeiros, estes também foram levados à delegacia e devem responder judicialmente por condução de veículo sob efeito de álcool (artigo 165-A do Código de Trânsito).

Outras duas prisões tiveram como motivo a falta de habilitação (CNH). Não por terem esquecido o documento em casa ou algo similar, mas porque não possuírem licença para dirigir.    

Nessa operação, 187 veículos passaram por vistoria, dos quais 41 tiveram de ser removidos por falta de condições para circular e documentação, entre outras irregularidades. A fiscalização veicular inclui checagem das condições de segurança tanto de quem conduz quanto dos passageiros.    

Autos de Infração de Trânsito (AITs) – No total, 128 veículos foram fiscalizados, dos quais 44 foram removidos – 41 carros e três motocicletas. Outros 50 foram autuados. Os agentes recolheram ainda 14 CNHs (Carteira Nacional de habilitação) e um Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV).

Leia Também:  Aeronave do Ciopar auxilia no combate ao garimpo ilegal em terra indígena de MT

A 50ª edição chegou ao final com 43 veículos autuados, totalizando 50 infrações de trânsito. E ainda, 15 documentos recolhidos, sendo 13 CRLV e duas CNHs.

A Lei Seca é coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada da Secretaria de Estado de Segurança Pública (GGI/Sesp) e conta com as forças integradas da Polícia Militar, por meio do Batalhão de Trânsito (BPMTran); da Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran); do Departamento Estadual de Trânsito (Detran); e da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob).

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA