CUIABÁ

ESPORTES

Atual campeã, Bia Ferreira estreia com nocaute no Mundial de Boxe

Publicados

ESPORTES

A baiana Bia Ferreira estreou nesta quinta-feira (12), com direito a nocaute técnico, e se garantiu nas oitavas de final da categoria até 60 quilos, do Mundial de Boxe Feminino, em Istambul (Turquia). Medalha de prata na Olimpíada de Tóquio, a brasileira volta a lutar no domingo, ao meio-dia, contra a chilena Valentina Bustamante. Todas as lutas de atletas do país têm transmissão ao vivo no Canal Olímpico.

Detentora do título de 2019, quando ocorreu o último Mundial, Bia sobrou nesta manhã diante da pugilista Badmaarag Ganzorig (Mongólia). A brasileira desferiu golpes certeiros, obrigando a árbitra a interromper a luta para abrir contagem (quando o atleta não tem condições de seguir lutando). No segundo set, Bia confirmou ainda mais sua superioridade diante de Ganzorig,  até que a árbitra interrompeu pela terceira vez para contagem, e decretou a vitória de Bia Ferreira por nocaute técnico.

Leia Também:  Governo anuncia diretrizes do Programa Avança Paradesporto

Ontem (11), primeiro dia de participação brasileira no Mundial, as brasileiras Jucielen Cerqueira Romeu (57 kg) e Caroline Almeida ( 52 kg) também venceram a primeira luta e avançaram às oitavas. A última pugilista do país a estrear no Mundial será Viviane Pereira, ao meio-dia de sábado (14), que ficou de fora da primeira rodada. Nascida em São Felipe (BA), Viviane terá como adversária a vencedora do embate entre representantes de Turquia e Cazaquistão.  

A competição, com 419 atletas de 93 países, segue até o próximo dia 20 na capital turca. 

Próximas lutas

Sábado (14)

Estreia – 12h –  Viviane Pereira x vencedora (representantes Turquia x Cazaquistão) – 75 kg

Oitavas de final – 12h – Jucielen Cequeira x Yeni Arias (Colômbia) – 57 kg

Domingo (15)

Oitavas de final – 8h – Caroline Almeida x Beiza Saracoglu (Turquia) – 52 kg

Oitavas de final – 12h – Bia Ferreira x Valentina Bustamante (Chile) – 60 kg

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Corinthians e São Paulo ficam no empate no Majestoso: 1 a 1

Publicados

em

Por

Em um clássico movimentado, Corinthians e São Paulo empataram por 1 a 1, neste domingo (22) na Neo Química Arena, na capital paulista, em duelo válido pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro. Calleri fez o gol dos visitantes no primeiro tempo e Adson igualou para os mandantes no segundo. Com o resultado, o Timão vai a 14 pontos, na liderança da tabela, enquanto o Tricolor vem logo atrás, com dois pontos a menos, junto com Palmeiras, Atlético-MG e Botafogo.

O primeiro tempo foi movimentado, com domínio do São Paulo mesmo atuando fora de casa. O goleiro Cássio, do Corinthians, fez diversas defesas difíceis, como no chute de Alisson, que recebeu dentro da área e bateu de primeira, à direita. O camisa 12 corintiano se esticou para colocar para escanteio, aos 18.

Aos 26, o goleiro novamente precisou trabalhar em cabeçada de Calleri após longo lançamento de Rodrigo Nestor.

Em meio ao domínio tricolor, o Corinthians chegou a balançar as redes aos 35, com Jô, mas o gol foi anulado por impedimento de Renato Augusto, que fez o cruzamento.

Leia Também:  Sul-Americana: Atlético-GO vence em casa e mantém liderança do Grupo F

Uma confusão entre jogadores dos dois times, somada ao tempo para revisar e anular o gol corintiano, resultaram em longos acréscimos e o São Paulo enfim conseguiu seu gol aos 50 minutos. Após cobrança de falta na área, Alisson ficou com a sobra e encontrou Calleri dentro da área. O argentino dominou e fuzilou, abrindo o placar e marcando pela sétima vez no campeonato. Ele é o artilheiro da competição.

Antes do intervalo, o Tricolor ainda teve tempo para exigir três grandes defesas de Cássio no mesmo lance.

Timão iguala na segunda etapa

Logo no início da segunda etapa, um fato extracampo chamou a atenção: o árbitro Wilton Pereira Sampaio comunicou ao quarto árbitro que uma parte da torcida corintiana entoou cânticos homofóbicos direcionados ao São Paulo. O ato pode ser usado para uma eventual punição ao time.

Aos 15, o São Paulo teve um gol anulado por impedimento de Eder. Na primeira metade do segundo tempo, a equipe ainda se impunha ao rival, mas pouco a pouco foi perdendo território.

As investidas deram resultado para o Timão. Aos 34, três jogadores que entraram após o intervalo em mexidas do técnico Vitor Pereira montaram a jogada do gol do empate. Júnior Moraes tocou para a esquerda, onde Lucas Piton dominou e cruzou para Adson completar de cabeça.

O empate estendeu o tabu do São Paulo no estádio do Corinthians: desde que a Arena foi inaugurada, em 2014, o Tricolor nunca bateu o adversário em território inimigo. São 16 jogos, com dez vitórias corintianas e seis empates.

Leia Também:  Libertadores: Athletico-PR é goleado na altitude de La Paz

As duas equipes têm compromissos pelos torneios continentais no meio da semana. Na quinta (26), o Timão decide seu futuro na Libertadores diante do Always Ready (Bolívia), a partir das 21h (horário de Brasília) em casa. A equipe luta por uma das duas vagas do Grupo E com o Deportivo Cali (Colômbia) e o Boca Juniors (Argentina).

Já o São Paulo tem um duelo menos tenso, pois já está classificado à próxima fase da Copa Sul-Americana. Na quarta (25) o Tricolor recebe o Ayacucho (Peru).

Pelo Brasileirão, o São Paulo joga no sábado (28) contra o Ceará, no Morumbi. No dia seguinte, o Timão defenderá a liderança diante do América-MG, também em casa.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA