CUIABÁ

ECONOMIA

Ao menos 18 estados e o DF reduzem ICMS sobre combustíveis

Publicados

ECONOMIA

Os combustíveis têm parcela significativa de seu preço composto por impostos federais e estaduais, como o ICMS
FreePik

Os combustíveis têm parcela significativa de seu preço composto por impostos federais e estaduais, como o ICMS

Até amanhã deste domingo, pelo menos 18 estados mais o Distrito Federal já haviam anunciado a  redução do ICMS sobre os combustíveis, seguindo a lei federal que impôs um teto para o imposto a fim de arrefecer a alta dos preços e seu impacto para a inflação.

O governo federal aprovou lei que limita a alíquota de ICMS em 17% a 18% sobre combustíveis, energia, telecomunicações e transportes. Mas os estados articulavam um acordo para baixar o percentual conjuntamente. Onze deles entraram com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) questionando a lei.

Entre os estados que já anunciaram cortes no imposto estão: Alagoas, Amapá, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Amazonas, além do Distrito Federal.

O governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, afirmou na sexta-feira que o estado iria reduzir a alíquota, mas não mencionou prazo para a medida.

O governo do Acre anunciou, na sexta-feira, que mudou a base de cálculo para cobrança de ICMS em cima da gasolina, diesel e gás de cozinha. Sobre a mudança da porcentagem do ICMS, estado ainda aguarda decisão da ministra Rosa Weber.

Leia Também:  Por reajustes, PF aprova operação padrão em pelo menos dois estados

Em nota enviada ao site local “A Crítica”, o secretário da Secretaria de Estado de Fazenda do Amazonas (Sefaz-AM), Alex del Giglio, afirmou que o governo estadual reduziu a alíquota da gasolina e etanol de 25% para 18%.

Em Roraima, já havia ocorrido redução da alíquota sobre a gasolina e o álcool em fevereiro desde ano, de 25% para 17%.

Rio reduz para 18%

No Rio de Janeiro, o governo anunciou, na sexta-feira, a redução do ICMS sobre os combustíveis.

No estado — que tem a maior alíquota do país —, o percentual vai cair de 32% para 18%. Os novos preços passarão a valer nas bombas a partir da próxima segunda-feira. A estimativa é que o preço da gasolina baixe mais de R$ 1, segundo o governo.

Em São Paulo, postos da capital e região metropolitana já estão vendendo o litro da gasolina até R$ 1 mais barato do que estava sendo cobrado na semana passada. A queda nos preços é reflexo da redução da alíquota de ICMS estadual, que caiu de 25% para 18%.

No Nordeste, o Rio Grande do Norte publicou no Diário Oficial do estado, no sábado, que operações com gasolina e etanol combustível ficam tributadas pelo ICMS à alíquota de 18%.

A proposta também inclui operações com energia elétrica para consumidores nas classes residenciais, comerciais, de serviços e outras atividades que apresentem consumo mensal acima de 300 kWh e prestações de serviços de comunicação e televisão por assinatura.

Em postagem no Twitter, o governador do Amapá, Waldez Góes, publicou que o imposto passará de 25% para 18%.

Da mesma forma, o governador do Pará, Helder Barbalho afirmou que o estado baixou o percentual do  ICMS para 17%. No caso da gasolina, por exemplo, o preço deve cair de R$ 7,44 para R$ 6,50 o litro. A medida se será válida a partir da publicação do decreto estadual, que deve ocorrer na segunda-feira.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG .

Os preços da gasolina e do diesel tiveram recuo nesta semana, de acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Segundo a ANP, o preço do litro do diesel passou do recorde histórico R$ 7,568, na semana passada, para R$ 7,554. O recuo desta semana interrompe um ciclo de três altas consecutivas nos postos. Foi uma queda de R$ 0,014.

Fonte: IG ECONOMIA

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ECONOMIA

10 dicas para se sair bem na dinâmica em grupo

Publicados

em

Por

10 dicas para se sair bem na dinâmica em grupo
Redação EdiCase

10 dicas para se sair bem na dinâmica em grupo

Saiba como se preparar para essa fase do processo seletivo

Por Eco Editorial

A dinâmica em grupo é a etapa do processo seletivo em que os candidatos interagem uns com os outros para desenvolver determinadas tarefas em equipe. Esse tipo de teste costuma ser muito cobrado, por isso, é fundamental estar preparado para ele. Confira a seguir 10 dicas para se sair bem e garantir uma vaga.

Invista na carreira profissional que você gosta

1. Conheça a empresa

Procure se informar sobre a empresa e a vaga antes de iniciar a dinâmica. Pode haver perguntas sobre isso.

2. Preste atenção ao vestuário

Procure descobrir como as pessoas nessa empresa se vestem. Na dúvida, opte por roupas clássicas.

3. Seja você

Não tente fingir o que você não é, buscando “acertar” qual é o perfil desejado para a vaga. Os profissionais da seleção costumam saber quando alguém está fingindo. Seja autêntico!

Leia Também:  Sanções interrompem produção na maior fábrica de tanques russa

4. Fale o essencial

Não fale demais, tentando “roubar” o tempo dos outros ou interrompê-los o tempo todo. Mas também não fique quieto demais. Apresente e defenda as suas ideias.

Entenda a importância da inteligência emocional no trabalho

5. Faça parte do grupo

Participe ativamente das atividades em grupo, dando ideias e colaborando com os demais.

6. Cuidado com as gírias

Não use gírias e palavrões. Evite vícios de linguagem , como o excesso de gerúndio.

7. Escute com atenção

Para não repetir o que já foi dito, escute com atenção os demais candidatos.

8. Preste atenção na explicação do recrutador

Atente-se à explicação do recrutador. Há várias atividades que avaliam justamente a atenção do candidato.

Saiba como se comportar nas entrevistas e evite gafes

9. Seja pontual

Chegue 15 minutos antes do início da dinâmica.

10. Deixe a timidez de lado

Por mais que você seja tímido e não goste de participar de dinâmicas em grupo , entenda que em algum momento vai ter que passar por isso. Apenas faça o seu melhor e lute pela vaga desejada.

Leia Também:  Bárbara Heck sobre polêmica com Cauã Reymond: 'Exercitando silêncio'

Confira mais dicas de carreira na revista ‘Sim, você pode!’

Fonte: IG ECONOMIA

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA