CUIABÁ

CUIABÁ

Programa Melhor em Casa promove festas juninas aos pacientes

Publicados

CUIABÁ

Músicas tradicionais, danças, grande animação, decoração especial e vestimentas juninas. Assim é possível descrever a ação realizada pela Equipe Multidisciplinar de Atendimento Domiciliar (EMAD), vinculada ao Programa Melhor em Casa, da Secretaria Municipal de  Saúde de Cuiabá, que transformou a sexta-feira (1), de diversos pacientes assistidos pela rede, em um dia muito divertido e especial, em comemoração ao mês junino. 

Implantado pela gestão Emanuel Pinheiro em 2020, a iniciativa oferece assistência médica especial a pessoas acamadas, domiciliadas ou que possuem algum tipo de elegibilidade – dificuldades de locomoção até as unidades de saúde, possibilitando a garantia de seus respectivos tratamentos clínicos. 

Com a finalidade de incrementar e trazer leveza à rotina de acompanhamentos, os profissionais tiveram a ideia de promover 18 festas durante as visitas de rotina, levando um pouco de descontração e mimos aos pacientes. A coordenadora da EMAD, Joelma Toledo, explicou que a iniciativa, além de estreitar os vínculos com os pacientes, traz para perto também seus cuidadores.

Leia Também:  Secretaria de Estado de Saúde promove 2ª Oficina de Planejamento Regional Integrado

“Levamos hoje algo diferente para eles, mas principalmente aos seus zeladores também. Precisamos ter uma visão além das enfermidades, o que inclui o contexto social, psicológico, financeiro e demográfico, envolvendo as famílias e dando condições seguras de continuidade dos cuidados recomendados quando não estamos presentes, promovendo assim, uma educação permanente, para que possam entender e desenvolver as atividades necessárias que garantam o bem-estar dos pacientes”, disse. 

O coordenador da Atenção Primária de Saúde, Wilson Cutas, afirmou que o projeto Melhor em Casa visa a desospitalização, ofertando os serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) de forma segura e humanizada, premissa da gestão Emanuel Pinheiro. “Disponibilizamos condições que em um hospital, por exemplo, eles não teriam. Com o Melhor em Casa, eles continuam todo auxílio e o mais importante, ao lado de seus familiares”, acrescentou. 

Reconhecido nacionalmente, o município foi um dos escolhidos recentemente para do Projeto Piloto – Instrumento de Elegibilidade, que será implantado pelo Ministério da Saúde, com o intuito de reorganizar os critérios para a elegibilidade dos pacientes, visando a padronização em todo o território brasileiro. 

Leia Também:  Ambulatório e área administrativa do Hospital São Benedito continuam funcionando

Jozi Soares, filha de dona Guilhermina, de 80 anos, uma das pacientes visitadas, afirmou que o apoio da Prefeitura de Cuiabá tem sido fundamental para a evolução do quadro de saúde de sua mãe, diagnosticada com Alzheimer. “Eles nos ajudam tanto. Toda semana estão aqui com ela, sempre muito atenciosos e, graças a Deus, está melhorando dia após dia”, frisou. 

Na capital, atualmente 170 pessoas são assistidas pelo Programa Melhor em Casa, que é realizado pela EMAD, formada por médico, enfermeiro, fisioterapeuta, técnico de enfermagem e motorista e a Equipe Multidisciplinar de Apoio (EMAP), que consiste em farmacêutico, nutricionista, psicólogo e assistente social. 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CUIABÁ

Cuiabá confirma mais dois casos de Monkeypox

Publicados

em

Por

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica, informa:

– Mais dois casos de Monkeypox (Varíola dos Macacos) foram confirmados em Cuiabá; 

– Os dois casos em investigação são referentes a homens, um de 26 e o outro de 44 anos, ambos sem histórico de viagens; 

– Os dois pacientes já foram informados e estão em isolamento domiciliar; 

– Diariamente, a equipe de Vigilância monitora os pacientes, sempre em acordo com as medidas de biossegurança para evitar o possível contágio; 

– Os dois pacientes suspeitos apresentam lesões características da doença, mas sem nenhuma complexidade;

– Os dois indivíduos irão permanecer em isolamento até o desaparecimento completo das lesões (cerca de 2 a 3 semanas, ou até 21 dias).

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Obras da Casa da Mulher Brasileira serão licitadas até final de maio
Continue lendo

CUIABÁ

VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

POLÍCIA

MAIS LIDAS DA SEMANA